Dicas para criar uma distribuidora renomada







Em tempos de adaptação, crise e mudança nos hábitos de consumo, manter a qualidade dos produtos que chegam à mesa do consumidor é muito importante.


Afinal, mais do que nunca as pessoas precisam de segurança e qualidade ao procurar um estabelecimento para fazer suas compras.


Varejistas lidam com os desafios diariamente. Mas para driblar as dificuldades e proporcionar uma boa experiência para o cliente, contar com uma distribuidora renomada e comprometida é o primeiro passo, concorda?


Com quase 15 anos de atuação em São José dos Pinhais e atendimento em mais de 60 cidades do Paraná, a CBN Distribuidora reuniu algumas dicas para compartilhar a experiência de ser uma distribuidora que sempre inova para atender o mercado. Confira!

1. Entenda o contexto do seu cliente

Será que basta escolher um produto de renome no mercado, uma marca famosa e sair abastecendo as prateleiras? Ou tudo funciona melhor quando o cliente é ouvido?


Não importa se vai revender os produtos, trabalhar em parceria com uma marca ou simplesmente abastecer o estoque. É importante considerar que todo produto é avaliado pelo seu consumidor.


Preço, qualidade, composição, experiencia, custo-benefício. Ou seja, antes de colocar tudo no estoque, avalie se a distribuidora responsável por fornecer esses itens leva em consideração as demandas do mercado, as necessidades do momento, os hábitos de consumo da região, entre outros fatores.


Proporcionar uma experiência positiva para o consumidor é garantia de que ele voltará ao seu comércio. Portanto, confie em quem preza por um sistema de gestão de qualidade em todos os sentidos!

2. Preze pela agilidade que o varejista precisa

Varejistas de sucesso atendem a demanda do consumidor e conseguem identificar as urgências do momento.


Atualmente, a compra de produtos de higiene e alimentos não perecíveis é uma prioridade e muitos supermercadistas estão adotando o delivery para que as pessoas façam compras em sair de casa.


A CBN Distribuidora, inclusive, oferece esta comodidade aos varejistas que podem abastecer o estoque pela Loja CBN..


O que tudo isso quer dizer? Que distribuidoras de sucesso e varejistas reconhecidos pelo seu público precisam inovar. São características que podem ser trabalhadas neste momento:

  • Oferta de comodidade aos clientes;

  • Fortalecimento das ações de atendimento;

  • Inovação e uso da tecnologia para melhorar a experiência do consumidor.


Se o seu cliente conseguir fazer compras pelo WhatsApp ou e-commerce sem sair de casa, acredite: você está no caminho. Além de tempo limitado, as pessoas possuem mil e uma preocupações e otimizar o tempo delas é algo que você pode fazer e com certeza isso é um chamarisco para angariar novas parcerias.

3. Venda produtos que você sabe a procedência

Seja para a indústria alimentícia ou para a fabricação de produtos de higiene pessoal e limpeza, garantir que a fabricação é feita 100% nos moldes e procedimentos assegurados por órgãos como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e outros é muito importante.


Com canais como Reclame Aqui, as próprias mídias sociais e a imprensa, qualquer falha de qualidade nos produtos mancha não só a marca, mas a reputação do estabelecimento.


Uma distribuidora renomada jamais vai vender produtos cuja procedência é duvidosa ou desconhecida.


Os consultores de venda e equipe de merchandising precisam ter uma relação mais próxima com as pessoas e não há como fazer a venda de um produto que ninguém sabe a qualidade, certo? Fica a dica!

4. Seja transparente com seu público


A transparência salva as relações, sobretudo quando se trata de parcerias para negócios.


Em outro post, já abordamos a importância de escolher fornecedores confiáveis na hora de montar seu estoque. Acreditamos que esse é um bom caminho para entregar o máximo de qualidade, mas há outras ações práticas que podem ser adotadas na sua rotina para atender melhor o público. São elas:


  • Tenha um canal de atendimento receptivo e ágil;

  • Tire todas as dúvidas sobre os produtos vendidos;

  • Seja transparente ao detalhar a logística de entrega dos produtos caso os pedidos sejam feitos pela internet;

  • Ouça sugestões e traga-as para a rotina;

  • Tenha um sistema de gestão de qualidade.


A transparência é uma necessidade. Principalmente para o mercado dos varejistas e atacadistas que estão distribuindo produtos para o consumidor final.


Na ordem da pirâmide, as distribuidoras são extensoras das indústrias e assumem um alto grau de responsabilidade na entrega das mercadorias, que, por sua vez são repassadas aos mercados, mercearias e estabelecimentos comerciais.


Tudo funciona de forma interligada e não há como esperar um bom retorno se a distribuidora não pensa em todos os detalhes e requisitos que vão afetar a experiência do consumidor.


Sobre a CBN Distribuidora

Em quase 15 anos de atuação, a CBN Distribuidora tem evoluído no mercado e se destacado com diversas premiações e cases de sucesso envolvendo o trabalho com marcas renomadas.


Do cuidado com a operação logística à sinergia entre as equipes de merchandising e vendas, a missão da distribuidora não fica limitada à revenda de produtos simplesmente.


Para isso, são consideradas as dicas deste artigo e outros fatores que dizem respeito à qualidade, transparência e compromisso dos fornecedores tanto na fabricação quanto na entrega dos produtos de higiene, alimentação e limpeza.


Gostou deste conteúdo? Clique aqui e conheça nossos fornecedores!



28 visualizações0 comentário