Como prevenir riscos e perdas no varejo ainda esse ano?

Atualizado: há 3 dias



Todo varejista tem como objetivo vender os itens que estão nas suas prateleiras e evitar a perda do estoque.


Para ajudar os vendedores de varejo, iremos falar sobre como prevenir o desperdício dos produtos que deveriam ser vendidos. Visto que perder estoque afeta o desenvolvimento do estabelecimento. Continue lendo para conferir.


O que são as perdas no varejo?


Um dos riscos no comércio é a perda de estoque ligada aos procedimentos internos da operação do varejo.


Essa perda significa comprometer o lucro do negócio e pode acontecer em qualquer etapa do processo, desde o recebimento de mercadoria até chegar no Ponto de Venda (PDV).


De acordo com a Associação Brasileira de Prevenção de Perdas (ABRAPPE), as perdas no segmento de varejo representam 1,82% do faturamento bruto e 1,99% do faturamento líquido. Ou seja, compromete toda a lucratividade do negócio.


A empresa sabe que perdeu estoque quando os responsáveis pela parte de logística da empresa identificam a diferença entre a quantidade real dos produtos na loja e a quantidade de números registrados.


Dentro dessas perdas são consideradas os furtos, quebras, falta de procura por consumidores, entre outros problemas de operação das lojas.


Em virtude disso, é preciso conciliar uma boa gestão para controlar e organizar os processos internos a fim de evitar prejuízos futuros.


Esses fatos significam uma coisa: os vendedores precisam se preocupar em lidar com os riscos e perdas no varejo para garantir resultados positivos.


Como prevenir riscos e perdas?


Em primeiro lugar, os gestores devem incentivar todos os colaboradores para acompanhar o procedimento de armazenamento, estoque e exposição dos produtos vendidos.


Ter uma equipe confiável e eficiente é o primeiro passo para um ótimo gerenciamento de estoque. Afinal, são esses funcionários que serão responsáveis pelo gerenciamento.


Além disso, Claudio Felisoni de Angelo - presidente do Instituto Brasileiro de Executivos e de Varejo e Mercado de Consumo (IBEVAR) -, diz que é interessante contar com um sistema de tecnologia, como o uso de softwares para auxiliar nesse acompanhamento, otimizar o tempo e permitir um controle maior na administração da contagem.


Dicas para combater as perdas


Em resumo e visando combater esse problema com eficiência na rotina da empresa, selecionamos algumas dicas que serão úteis, tais como:


1. Invista em sistemas de segurança.


A gestão de processos deve contar com um sistema de software que organiza informações e as integra em uma única plataforma. Desse modo, você irá proteger seus dados, terá um maior controle da movimentação de mercadorias e irá manter a competitividade no mercado com outras empresas do mesmo setor.


2. Tenha um controle do seu estoque.


Como já falamos, ter um controle e uma medição correta sobre essa porcentagem é muito importante, principalmente para empresas que desejam aumentar o seu lucro. O controle deve começar desde o recebimento da mercadoria, onde será organizado as informações detalhadas e precisas dos itens, além de dados como validade, transporte e exposição.


3. Opte por bons profissionais.


Caso queira que o seu negócio tenha sucesso de vendas, invista no capital humano. Os colaboradores devem possuir qualidades e princípios que se assemelham ao da sua empresa. Portanto, treine e capacite sua equipe para atender a demanda e não deixar nenhum processo sem um profissional responsável para identificar os gaps nas lojas e solucioná-los.


4. Não esconda os produtos dentro de armários.


O medo de perder produtos pode ser grande, mas esconder as mercadorias dentro de armários pode trazer resultados negativos. Por isso, invista em gancheiras, etiquetas e protetores acrílicos para expor seus produtos e, consequentemente, aumentar as vendas do seu negócio. Além disso, lembre-se de ter uma atenção dobrada com os itens que estão prestes a vencer.


5. O cliente deve conhecer o produto.


Se assemelhando ao tópico anterior, mesmo com o medo de furtos, permitir que o cliente conheça o seu produto pode aumentar as chances de venda. Por isso, deixe ele explorar e testar todos os recursos da mercadoria. Essa dica pode ser mais sentido para lojas de que vendem aparelhos de tecnologia.


6. Proteja sua loja com vigilância.


Vigiar e proteger são as atividades que mais previnem furtos futuros por pessoas mal-intencionadas. Procure profissionais ou uma empresa especializadas em vigilância.


7. Atraia o foco do cliente pela comunicação visual.


Outro fator de prevenção é o uso de equipamentos adequados para expor os produtos, como o uso de um layout na loja e nas redes sociais que chame atenção e aproxime os clientes das mercadorias.


8. Corrija falhas identificadas.


Depois de identificar as falhas, indicamos criar uma alternativa de controle, por exemplo a montagem de um fluxo para cada processo interno, aplicando ações que farão diferença no resultado.


9. Acompanha seu estoque.


Obviamente, quem deseja ter esse controle maior no estoque, precisa acompanhar e organizar essa operação a partir de uma estrutura de controle e gestão baseadas em regras e normas. Fazer um bom cadastro, registrar as entradas, saídas e devoluções é crucial para que não impacte negativamente as vendas da sua empresa.


10. Motive os seus colaboradores.


Como citamos, não basta querer uma mudança positiva no oferecimento de produtos e não treinar a equipe para atendar as demandas. Manter eles motivados diariamente trará o comprometimento em busca de melhores resultados, principalmente a equipe de prevenção de perdas.


Seguindo as dicas que separamos, você irá prevenir:

  • Eliminação de furtos e perdas;

  • Riscos de fraudes;

  • Danos relacionados a validade;

  • Possíveis deterioramentos na mercadoria;

  • Desvios por parte de algum colaborador da empresa;


Enfim, combater perdas no varejo, principalmente esse ano, é essencial para garantir um aumento de lucratividade.


Surgiu alguma dúvida sobre o tema? Entre em contato conosco.



34 visualizações0 comentário